Estamos em uma época, em que muito se fala sobre saúde mental. As pesquisas apontam para um avanço de grande importância no número de pessoas diagnosticadas com algum tipo de doença relacionadas à mente.

Neste contexto, queremos abordar os benefícios do artesanato na saúde e no bem-estar das pessoas.

O Ministério da saúde apontou recentemente uma pesquisa onde informa que, segundo a Organização Mundial de Saúde , nos últimos 10 anos, o número de pessoas com depressão aumentou 18,4%. É um percentual bastante expressivo. Não acha?

Mas, como o artesanato pode ter uma influência positiva e trazer benefícios para a saúde e bem-estar das pessoas? O artesanato, é hoje, utilizado em várias frentes sociais como mobilizador para proporcionar a saúde e o bem-estar em três pontos distintos: a saúde física, a saúde mental e o desenvolvimento social.

Os benefícios do artesanato na saúde física

Saúde e bem estar

 

As pessoas que trabalham ativamente com trabalhos artesanais desenvolvem-se fisicamente em vários aspectos:

1 – Desenvolvimento da coordenação motora: tanto para crianças que estão em faze de desenvolvimento, quanto para pessoas que estão em processo de recuperação de movimentos.

É comum ouvirmos relatos de pessoas que sofreram AVC (Acidente Vascular Cerebral) e perderam o movimento de um dos membros. O artesanato é usado como forma de terapia ocupacional na reabilitação dos movimentos perdidos.

2 – Prevenção de doenças degenerativas: estas doenças alteram o funcionamento normal de nossas células e tecidos, podendo provocar doenças como reumatismo, esclerose múltipla, artrite, artrose, dentre outras.

Portanto, estar em constante atividade de movimentação através dos artesanatos, é uma excelente medida preventiva contra estas doenças. Mas vale lembrar que as atividades não podem causar exaustão. É preciso intercalar os movimentos, com períodos de descanso.

Os benefícios do artesanato na saúde mental:

Saúde mental

 

Quando falamos em saúde mental, os benefícios são amplos. Veja como segue a lista:

3 – Melhora o humor: Pode acreditar! Exercer uma atividade artesanal traz melhoras significativas para o humor. Consequentemente, teremos uma pessoa menos estressada e menos ansiosa.

Uma pessoa feliz e bem-humorada, terá menos chances de desenvolver qualquer quadro de depressão.

4 – Desenvolvimento e recuperação da memória: pessoas que sofreram algum tipo de lesão traumática, ou que tiveram alguma perda transitória da memória, decorrente de estresse, pressão alta, ou qualquer outro fator, podem ter alívio e recuperação da memória através da prática regular de artesanatos. O artesanato é também, um excelente aliado contra doenças como o Mal de Alzheimer.

5 – Melhora o nível de concentração do cérebro: quanto mais ativo for o nosso cérebro, mais saudável ele será. Pessoas com dificuldade de concentração, por serem diagnosticadas com autismo, ou por simplesmente estarem notando que estão mais esquecidas e menos concentradas, devem ver na prática da atividade artesanal uma alternativa de desenvolvimento cerebral.

6 – Ativam os canais sensoriais: conhecidos como visão, audição, olfato, cenestésico (tato) e paladar, os canais sensoriais precisam ser trabalhados ao longo de toda a vida humana.

Uma pessoa que desenvolve mais determinado senso do que outro, pode ter um déficit sensorial. O trabalho artesanal, além de promover uma percepção espacial, traz para o indivíduo múltiplas ações sensoriais.

Por exemplo: um trabalho que envolva materiais como tecidos, linhas, colas, papeis, algodão, podem trabalhar todos os sentidos, com exceção do paladar.  Já um trabalho artesanal culinário, atuará em todos os canais sensoriais.

7 – Equilibra as emoções: Há quem diz que somos o que sentimos. As emoções são constantemente trabalhadas quando exercemos a atividade artesã. É possível expressar suas emoções através da arte.

O artista, artesão, exprime em seus artesanatos e em sua arte, as emoções que sente. Uma emoção reprimida pode dar evasão para doenças como depressão, baixa-estima, falta de confiança em si mesmo, e muitos outros males.

8 – Diminui a compulsão alimentar: a compulsão alimentar é uma doença da mente, que pode desencadear inúmeras doenças no corpo. A ociosidade e a ansiedade são os principais fatores que promovem esta doença.

Portanto, manter-se ativo em uma atividade como o artesanato, diminuirá os pensamentos que provocam a compulsão alimentar e diminuirá a ansiedade.

Os benefícios do

Artesanato e desenvolvimento social

 

Bem-estar! Esta é a palavra que descreve uma pessoa com um bom desenvolvimento social. Ninguém é capaz de viver sozinho. Todos precisamos de relacionamentos interpessoais. O artesanato, promove esta interação entre as pessoas, tornando-as mais saudáveis em seu convívio social.

9 – Estimula a criatividade: sem auto estima não há como ter um bom desenvolvimento social. O artesanato estimula em nós a percepção para ações mais criativas, desta forma, desenvolvemos um senso de orgulho próprio e de conquista, que nos abrem um horizonte de relações.

Além disto, quando trabalhamos com artesanatos, passamos a dar valor às coisas mais simples, detalhes que não observávamos antes, podem ser captados com mais facilidade. Isto nos traz uma sensação incrível de bem-estar.

10 – Desenvolvimento de paciência e perseverança: não é possível ter um bom desenvolvimento pessoal, sendo uma pessoa impaciente e que desiste sempre no primeiro obstáculo.

A prática do artesanato nos faz mais forte como pessoas. Nos torna mais pacientes, com os detalhes do próprio artesanato, afim de aguçarmos a perfeição. Isto reflete no próximo. A paciência e a perseverança são percebidas nos detalhes e complexidade do artesanato realizado.

Por fim, poderíamos passar horas discorrendo sobre os inúmeros benefícios de se exercer uma atividade de artesanato. Além de fonte de renda, o artesanato contribui para o bem-estar humano. E você? Já desenvolve alguma atividade artesanal? Não perca tempo, escolha algo que lhe dá prazer e inicie hoje mesmo um trabalho de artesanato.

Deixe uma resposta

Fechar Menu
×

Carrinho